RSS
  Whatsapp
Home    |    Notícias    |    Notícias

ONVE

Participe: Pesquisa investiga violências enfrentadas por trabalhadores da educação

Acesse o site do Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE) e contribua com informações para a pesquisa

Compartilhar

 

Um estudo conduzido pelo Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE) está investigando os diferentes tipos de violências cometidas contra os trabalhadores da educação no Brasil, prejudicando a liberdade de aprender e de ensinar nas escolas. 

A pesquisa “Violência contra educadores como ameaça à educação democrática: um estudo sobre a perseguição de educadores no Brasil” busca coletar dados em nível nacional, abrangendo todas as regiões do país e todos os níveis de educação.

A participação no estudo é voluntária. Para contribuir com as informações, basta acessar o questionário online, no site https://onveuff.com/

O estudo também busca contribuir com a formulação de políticas públicas e estratégias de apoio concretas para os trabalhadores da educação. 

Os resultados serão armazenados em um banco de dados seguro e confiável. A partir deles, será elaborado o diagnóstico sobre a violência contra educadores/as que ocorrem no país, além da elaboração de protocolos de acolhimento para trabalhadores que enfrentam situações de violência no seu trabalho.

"Existe um movimento que não é novo, mas se acentuou severamente nesses últimos anos, sobretudo, durante o governo Bolsonaro, de descredenciar a instituição escola e, em consequência disso, os seus professores e professoras. Esse movimento tem colocado em dúvida aspectos do trabalho desses profissionais, como condução pedagógica, a sua ética profissional”, relata a secretária de Finanças da CNTE, Rosilene Corrêa.

“Isso, por si só, já é um tipo de violência e faz com que a imagem do professor fique fragilizada perante a sociedade, sobretudo, para seus estudantes. Tornam-se um alvo muito vulnerável. Nós precisamos proteger os professores e professoras”, ela ressalta.

Segundo avalia a dirigente, o fenômeno faz parte do projeto de desmonte da educação, e da implementação de uma educação conservadora e fundamentalista. "Esse movimento não está descolado da intenção de privatização e mercantilização da educação, enquanto se desgasta a imagem que nós temos construído ao longo da existência. A intenção é apresentar algo que substitua o modelo que nós temos da educação pública", finaliza.

> ACESSE E PARTICIPE DA PESQUISA

ONVE

O ONVE é um projeto de extensão é sediado na Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF), criado em parceria com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização de Jovens e Adultos, Diversidade e Inclusão (SECADI) do Ministério da Educação (MEC).

O projeto fomenta a promoção da educação democrática e o enfrentamento às diferentes formas de violências que afetam o trabalho dos educadores/as brasileiros/as.  Nele, reúnem-se pesquisadores/as de diferentes instituições de ensino e pesquisa, além de estudantes de graduação e pós-graduação. 

Em parceria com o Ministério da Educação, o ONVE tem caráter interinstitucional e realiza a pesquisa nacional em parceria com o Núcleo de Estudos em Educação Democrática (NEED/UFF), e com apoio de associações científicas, movimentos sociais, entidades de representação sindical, e instituições de ensino e pesquisa do ensino superior e da educação básica. 

Por:

Mais de Notícias